Insights > Blog

 

 

O futuro dos dispositivos conectados.

 

Em 2020, o número de dispositivos conectados continuou a crescer a uma taxa maior do que os dispositivos tradicionais, como telefones e computadores. A Mckinsey* prevê que haverá 43 bilhões de dispositivos IoT até 2023, um aumento de 300% em relação a 2018.

Dispositivos conectados hoje

Há uma grande variedade de dispositivos que se conectam à Internet. Tudo, desde sua geladeira até termômetros em utilitários essenciais, se conecta à Internet. Os motivos pelos quais esses dispositivos estão conectados à Internet também são numerosos.
O benefício pode ser para o usuário final se a aplicação do dispositivo se referir aos consumidores. Ter informações ou interatividade geralmente requer uma conexão com a Internet. Hoje em dia, quase todo carro novo tem uma conexão com a Internet, que pode fornecer orientações, entretenimento e outros benefícios.
Para a empresa que usa dispositivos IoT em suas operações, os benefícios são diferentes e variam de acordo com o setor. Para empresas industriais que dependem de leituras de temperatura para controlar processos e manter a segurança, ter esses dispositivos conectados à Internet pode ser necessário para obter dados. Em escritórios, os sensores podem ser usados para monitorar a capacidade, controlar a iluminação ou qualquer número de usos.

Desafios de Segurança

Os dispositivos conectados são notoriamente inseguros devido às suas características. Eles não podem ser atualizados tão facilmente quanto desktops ou outros dispositivos mais amigáveis. As credenciais usadas para obter acesso de administrador ainda podem conter os valores padrão. Na maioria dos casos, firewalls e outros softwares de segurança cibernética não podem ser usados diretamente nos dispositivos.
A falta de segurança teve impactos sobre os proprietários dos dispositivos e outros.
A privacidade das pessoas foi violada, pois os voyeurs espionaram pessoas que não protegeram adequadamente seus dispositivos de monitoramento de vídeo.
Uma externalidade de segurança deficiente do dispositivo ocorre quando esses dispositivos são infectados e ingressam em um botnet. O botnet pode funcionar para trazer grandes quantidades de tráfego em ataques DDoS ou ser usado para outros fins nefastos.

Tendências futuras

O termo “Internet de” continuará a se expandir para tantos setores que perderá o significado. Internet of Healthcare Devices (IoHD) refere-se à variedade de dispositivos em hospitais que se conectam à Internet. A Internet de Coisas Militares (IoMT) refere-se a dispositivos IoT usados para apoiar operações militares. Cada peça de hardware ou sistema será visto como um portal para a Internet. Objetos anteriormente inanimados ganharão vida com conexão e inteligência.
O benefício desses dispositivos dependerá novamente do caso de uso. Um benefício revolucionário que crescerá em importância está relacionado à tomada de decisões melhores usando os dados resultantes do uso. A análise desses dados pode revelar novas oportunidades de negócios ou áreas de otimização. Este conceito denominado “Big Data” existe há muitos anos. A análise desses dados pode ter uma variedade de casos de uso. Por exemplo, sensores em um lixo público podem ser usados para otimizar a rota de um trabalhador de saneamento.
As pessoas comuns continuarão a ver mais benefícios dos dispositivos conectados se prestarem atenção. Novos avanços estão acontecendo constantemente e estão se infiltrando na vida cotidiana. A tendência está acontecendo de forma tão matizada que a pessoa média pode nem perceber. Para o usuário, um novo termostato que utiliza sensores ambientais e relatórios meteorológicos é simplesmente uma ótima maneira de economizar na conta de luz. Tal como acontece com os casos de uso de negócios, as situações em que os dispositivos conectados entrarão na vida cotidiana são infinitas. Por exemplo, as lentes de contato conectadas à Internet podem informar o usuário sobre o mundo ao seu redor.

Soluções de Segurança

Os métodos para proteger e manter a confiança nos dispositivos conectados também irão evoluir. Quanto mais as empresas dependem de sistemas conectados à Internet para fornecer serviços ou tomar decisões, mais dependem dos dados que esses dispositivos registram. Hackers podem corromper ou manipular dados. No entanto, os dados podem ser validados usando novos métodos exclusivos que incorporam blockchain, por exemplo.
Impedir que os dispositivos sejam infectados, em primeiro lugar, pode ser feito de várias maneiras. A coleta de informações sobre ataques reais em dispositivos IoT pode ser feita usando honeypots e monitorando a atividade. Essa inteligência fornece aos administradores as informações para tomar a melhor decisão para proteger os dispositivos. Outros métodos incluem coisas simples, como garantir credenciais fortes e aplicar patches ao software.

*McKinsey & Company é uma empresa de consultoria empresarial americana e reconhecida como a líder mundial no mercado de consultoria empresarial.

Fonte: post com base nas publicações Cipher EUA.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS!

Information Security Maturity Self-Assessment Survey

Saiba mais

•  Whitepapers
•  E-books
•  Checklists
•  Self-Assessments
•  Webcasts
•  Infographics